O mundo lá fora quer mais que um diploma.


Escrevi este artigo para uma revista de carreiras em março de 2015 e, confesso que ainda acho o tema muito atual.

Há alguns anos, um aluno aplicado poderia ter a garantia de um bom emprego e um excelente salário.

Mas nos dias de hoje, graças à globalização, vivemos com as possibilidades de conquistar um espaço no mercado de trabalho cada vez mais distante. 

O mundo e as pessoas estão evoluindo, por este motivo as necessidades são outras, as pessoas precisam ter capacidade de adquirir informações com rapidez, criatividade, espírito empreendedor, domínio de mais de um idioma, conhecimentos de informática, linguagem técnica e boa postura (marketing pessoal). 

Os formandos das universidades não podem contar apenas com o diploma e precisam se aperfeiçoar constantemente se almejam um lugar no mercado de trabalho. 

O estágio também é muito importante, pois o aluno pode contar com orientação e supervisão, além de obter treinamento e prática aliados à teoria. No entanto, é preciso não se limitar apenas às aulas em classe, mas ter força de vontade para encarar os seus projetos pessoais para alcançar seus objetivos profissionais. 

Uma boa colocação ou recolocação profissional esta cada vez mais distante da realidade. Não que não existam mais bons empregos, empresas e oportunidades...Muito pelo contrário! Se bem, que estamos vivendo um momento de desemprego em nosso país, onde muitas empresas estão demitindo ao invés de admitir novas competências. Porém, retomando a ideia principal, muitas pessoas acham que após a formatura o emprego dos sonhos vai cair do céu. E não é exatamente isso que acontece, principalmente em algumas profissões.

Os novos "profissionais" frustram-se, acabam aceitando vagas de empregos em outras áreas que não aquelas de sua formação, para que possam "sobreviver". 

E sim, o mercado lá fora quer muito mais que um diploma!!!! Seja uma função em uma empresa ou seu próprio empreendimento, isso mesmo, o seu empreendimento, pois muitas pessoas sejam elas profissionais liberais, autônomos, microempreendedores etc, estão cada vez mais suprindo o mercado consumidor com seus produtos e serviços. Seu chefe ou seu cliente vai exigir de você, além de um diploma, uma capacitação atualizada sempre que for necessário para otimizar um novo conceito, uma nova necessidade. Não tem como fazer uma faculdade e estacionar o seu conhecimento com o que se aprendeu lá. O mercado é dinâmico e gira em torno de profissionais dinâmicos e atualizados. 

Muitos profissionais, principalmente recém formados, me procuram para uma consulta referente a frustração de ter um diploma guardado na gaveta, que não serve pra nada, a maioria se diz arrependido de ter escolhido esta ou aquela profissão. Cabe a mim, orientar que o planejamento e projeto de vida profissional começa muito antes de pensar na universidade, porém uma vez que já escolheu e se formou, oriento a realizar a ORIENTAÇÃO VOCACIONAL E PROFISSIONAL, pois esta, não é apenas para conhecimento do que se quer, mas também para conhecimento e autoanálise do que se pode fazer com aquilo que já se conquistou, ou seja, de que forma se pode ter realização profissional através da escolha feita. E, principalmente, orientar o individuo que escolhas são escolhas, e nada na vida é estático, definitivo e do jeito que se planeja, muitas vezes as coisas não acontecem do jeito que queremos. 

Por isso, escolha novamente, escolha quantas vezes for necessário, ninguém tem total certeza do que quer ser pro resto da vida aos 17 anos, inclusive, nada impede um advogado aos 50 anos de idade, cursar gastronomia ou uma professora, começar a vender cosméticos para ajudar na renda familiar, por exemplo. Neste caso, as escolhas e mudanças ocorrem de acordo com o que precisamos no momento e de certa forma com o que nos faz feliz. 

Aliás, conheço muitas pessoas que não tem curso superior e são excelentes no que fazem, muitas vezes se tornam empreendedores ou chefes em determinados seguimentos, pois conseguem se destacar pela capacidade e habilidade conquistadas no decorrer da vida. E essa experiência adquirida, sempre foi e sempre será muito valorizada por empresas que realmente são ou querem se tornar grandes. Pois, ter habilitação é uma coisa e ter capacidade é outra. Muitas vezes, ambas caminham juntas, mas nem sempre.

E sim, o mercado lá fora quer muito mais que um diploma!!!! Sabe porquê? Porque, embora vivemos em uma selva de animais "racionais" o que realmente importa, é saber fazer daquilo que você escolheu como trabalho, e não emprego, a sua forma de viver sadiamente e garantir o sustento da sua família.

Não estacione na vida, por mais difícil que as coisas podem ser ou parecer, busque mais, busque além, busque chegar onde poucos chegam! As críticas, a inveja e muitas vezes as palavras de reprovação ou desanimo farão parte da sua trajetória. Não se aborreça. não desanime...Pense, que se estão lhe tacando pedras é porque frutos já podem ser vistos do alto de onde você está!

Que tal uma orientação vocacional ou profissional para dar um 'up' em sua carreira? Agende uma consulta pelo Whatsapp 11 93215-1900. Consultório em Osasco: Rua Melvin Jones, 143 - Centro (próximo CPTM). Obs: também temos outros endereços.

Valor total da orientação = R$ 600,00 (parcelamos em até 3x). A orientação vocacional/profissional é realizada em um processo de 6 consultas. Duração de cada consulta: 50 minutos.


Dra. Regiane Souza Neves - Tem 42 anos, é casada com o Jornalista Marcelo Neves há 20 anos, mãe de Bruno 18 anos e Allan 17 anos. É doutora e mestra em psicanálise; psicopedagoga e neuropsicopedagoga; psicomotricista; neuropsicóloga; orientadora vocacional; especialista em educação, inclusão, legislação educacional, saúde mental e políticas públicas. Técnica em magistério público e comunicação social. Atua há 25 anos na área da educação onde foi auxiliar de sala, professora, coordenadora e diretora, sendo que nesta última função permaneceu por 19 anos. Também atua há 10 anos na área de psicoterapia e análise comportamental e institucional. Está devidamente cadastrada no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para atuar como Perita Judicial e Extrajudicial, nas suas áreas de conhecimento técnico-científico. Atualmente, coordena e ministra aulas em programas de pós-graduação e, além de atender clinicamente, também realiza consultoria educacional para várias instituições de ensino e órgãos públicos. Tem 11 livros publicados com 56 selos de recomendações de importantes instituições. Realiza palestras, treinamentos, cursos, workshops, seminários, colóquios, conferências, mesas redondas e congressos. Desde 2013, é mantenedora e diretora do CEADEH Centro de Estudos Avançados em Desenvolvimento Educacional e Humano. Foi presidente nacional da ABRAPEE Associação Brasileira de Profissionais e Especialistas em Educação, no período de 2013 à 2018. Dedica-se a causas sociais e se tornou Embaixadora no Brasil de uma campanha mundial, durante o período de 2015 à 2018. Recebeu 27 prêmios e homenagens nacionais e internacionais.


Mais de 20 mil pessoas já participaram das palestras da Dra. Regiane Souza Neves

Mais de 20 mil pessoas já participaram das palestras da Dra. Regiane Souza Neves
clique na imagem e acesse mais informações

Clique na imagem para conhecer o CEADEH

Agenda de final de ano:

Agenda de final de ano: