Seja bem vinda (o) ao blog da Profª Dra. Regiane Souza Neves

Seja bem vinda (o) ao blog da Profª Dra. Regiane Souza Neves
Neste espaço você encontra artigos sobre Educação, Psicopedagogia, Saúde Mental, Comunicação, Cidadania e Política. Além de fotos, vídeos, mensagens e muito mais. Agradeço sua visita!!!! Profª Dra. Regiane Souza Neves

Agradeço a sua visita. Continue visitando meu blog. Você é o visitante número:

Governo de SP vai transferir mais de 1 milhão de alunos da rede para dividir escolas por série, à partir de 2016.

Com foco na qualidade de ensino, Educação anuncia uma nova organização para a rede.

Uma escola mais preparada para as demandas de cada etapa escolar e atenta à nova realidade de cada faixa etária. Essa é a proposta da nova organização da rede estadual de ensino paulista. O processo pretende ampliar o número de escolas com um único ciclo, o que favorece a gestão das unidades e possibilita a adoção de estratégias pedagógicas focadas na idade e fase de aprendizado dos alunos.

A Educação utilizou como base o levantamento realizado pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), que apontou tendência de queda de 1,3% ao ano da população em idade escolar no Estado de São Paulo. A rede pública de ensino possui, em 2015, 1,8 milhão a menos de alunos em comparação a 2000.

Com foco na melhoria da qualidade do ensino nas escolas paulistas, a Educação inicia a implantação de um processo de reorganização na maior rede de escolas da América Latina. Um novo modelo de escola que se adeque a queda da taxa de natalidade e a redução expressiva da população em idade escolar.

A partir do ano de 2016, a intenção é aumentar o número de escolas divididas por ciclos: Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Com o ciclo único, alunos do Ensino Médio, por exemplo, poderão estudar apenas com estudantes deste segmento. Entre os benefícios da medida estão a redução nos conflitos entre alunos de idades diferentes, além da melhor gestão da unidade, oferecendo a possibilidade de trabalhar estratégias pedagógicas voltadas a um único público.

Nem todas as unidades de ensino passarão pela reorganização. As escolas com mais de um ciclo ainda funcionarão, devido às diferenças demográficas e as necessidades por escolas para diversas faixas etárias em algumas regiões.

Neste primeiro momento, a Educação finaliza o estudo que definirá as escolas selecionadas. Professores e alunos podem acompanhar as orientações, que devem ser divulgadas a partir de novembro de 2015.


Dúvidas frequentes dos professores


- A medida terá impacto na atribuição de aulas?

R: O docente concorrerá à atribuição de aulas normalmente, primeiro na escola e, depois, na diretoria de ensino, caso não complete a sua carga horária na unidade escolar.

- Haverá algum impacto na vida funcional dos servidores, como na contagem de tempo, assiduidade ou de algum benefício?

R: Não. Os benefícios dos servidores serão assegurados.

- Os professores efetivos que mudarem de unidade de trabalho passarão a ser titulares desta nova escola?

R: Sim. Terão a sede de exercício transferida para a nova unidade escolar e a classificação do cargo.

- Com a medida como ficarão os professores temporários, docentes com contrato vigente?

R: Serão destinados às novas unidades à medida que houver necessidade.

Dúvidas frequentes dos alunos

- Como saber se estou enquadrado nesta reorganização?

R: As Diretorias de Ensino terão um prazo para validar quais escolas da rede estadual passarão pela reorganização. Depois disso, os alunos serão comunicados sobre a mudança de escola.

- Como serei transferido para a nova unidade de ensino?

R: A troca será automática e feita pela diretoria de ensino. Os pais e alunos serão avisado por meio de reuniões na escola onde estudam atualmente.

- Como será o processo de matrícula para o próximo ano de 2016?

R: Não vão ocorrer mudanças na efetivação de matrícula de alunos da rede. Todos serão matriculados automaticamente nas novas escolas.

- Eu posso escolher a minha nova escola?

R: Neste primeiro momento, as diretorias de ensino serão responsáveis pela indicação das escolas.

Vale lembrar!

- Nem todas as escolas serão reorganizadas.

- Escolas que ofereçam mais de um ciclo ainda existirão.

- Isso acontece devido às diferenças demográficas e a necessidade de atender as especificidades de cada região do Estado.

- Todos os 3,8 milhões de alunos matriculados na rede estadual continuam tendo suas vagas garantidas.

- A orientação para professores e alunos é aguardar as novidades, que serão divulgadas a partir de novembro de 2015.

- Estudantes e docentes passarão a frequentar suas novas unidades escolares apenas em 2016.

- Essa reorganização privilegia as melhores condições de aprendizagem e vai oferecer um novo modelo de escola para todos os estudantes.

- No caso de transferências de escolas, será realizado um deslocamento mínimo, dentro do mesmo bairro, e num raio de 1,5 km.

Fonte: http://www.educacao.sp.gov.br/


Cursos e palestras para escolas, associações, sindicatos, ong's e diretorias de ensino

Cursos e palestras para escolas, associações, sindicatos, ong's e diretorias de ensino
clique na foto para acessar o site do CEADEH

Livros de autoria da Profª Dra. Regiane Souza Neves

Livros de autoria da Profª Dra. Regiane Souza Neves
clique na imagem para acessar