A prática da cidadania para viver em comunidade: sua origem e diversidade


A cidadania lançou suas raízes nas cidades gregas, nascendo da associação de pequenos núcleos, chamados comunidades. Ser cidadão é viver em grupos sociais que formam células vivas, como a família, a igreja etc.

As pessoas formam uma comunidade por uma necessidade em comum. Os elementos que estabelecem o vinculo, são a educação e a cultura. O que move a comunidade são as ideias de felicidade, segurança e liberdade. 

A comunidade é uma célula da sociedade. A comunidade por meio de laços cria uma identidade. 

Há comunidades com espaços privilegiados de aprendizagem humana: Família é o grupo de referencia onde as pessoas se sentem amadas (espaço vital mais importante que os demais); Igreja: as pessoas aprendem sobre a ideia de Deus, gerando valores; Escola, partido político, sindicato, centro de vivência: grupos formados por ideais em comum.

Para o processo de aprendizagem e participação na comunidade, a segurança é fundamental e principalmente quando ela acha comprometida a ideia de pertença. 

A alegria de pertencer a este espaço estimula o processo de participação, aprendizagem e conhecimento.

A subjetividade cultural e cidadã dependem de três fatores: Emoção, Razão e Contexto social. Quando um ser humano se encontra com outro ser humano ocorre um espaço de aprendizagem, nós somos na relação com o outro.

O ser humano apropriando-se do material do mundo social e cultural, ao mesmo tempo em que atua sobre o mundo e é ativo na sua construção se transforma e transforma o ambiente que o cerca. 

A vivência a partir de sua constituição biológica e manifestações afetivas, sociais e comportamentais dão forma ao subjetivo. O mundo social e cultural constrói um mundo interior e cada um de nós detém nossa singularidade.

Toda ação tem um principio, todo principio tem uma ação motivadora. Todos precisam trabalhar o principio da não destruição. Todo trabalho com comunidade deve refletir o principio da ética. 

A ética verdadeira é quando o individuo cuida de si, cuida do outro, cuida do planeta.

Para que o individuo compreenda e desenvolva a cidadania, é necessário priorizar a educação, que é dever da família e do Estado, inspirada nos princípios da liberdade e nos ideais de solidariedade humana, que tem por finalidade o pleno desenvolvimento do individuo, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

Além dos princípios e fins da educação nacional e dada ás particularidades do desenvolvimento de cada individuo, tem como objetivo oferecer serviços de formação em função das necessidades e características de desenvolvimento e aprendizagem integralmente. Além de colaborar com a promoção da integração e do ajustamento ao ambiente sócio/cidadão, o desenvolvimento da cidadania também poderá promover:
I – a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;II – o desenvolvimento da capacidade da aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;III – o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíprocas em que se assenta a vida social.
Para alcançar os objetivos, a prática da cidadania para viver em comunidade estará fundamentada na organização participativa; emancipação geradora de autonomia dos indivíduos e da comunidade; respeito cultural ao local onde as pessoas estão inseridas; possibilitar novas formas de organização pessoal e coletiva, que promova ações concretas de transformação da realidade comunitária, com atividades. Por tratar-se de um trabalho que compreenda a necessidade de envolvimento e sentido de pertencimento das pessoas, a construção será gradual e de acordo com as demandas da comunidade envolvida.

Para usar como referência: 
SOUZA NEVES, Regiane. Gestão da Sala de Aula - Discutindo valores: ética, moral e cidadania. Souza & Neves Edições. 2ª edição. São Paulo, 2017


Dra. Regiane Souza Neves - Tenho 42 anos, estou casada com o Jornalista Marcelo Neves há 20 anos, mãe de Bruno 18 anos e Allan 17 anos. Sou doutora e mestra em psicanálise, psicopedagoga e neuropsicopedagoga, especialista em educação, inclusão, legislação educacional, saúde mental e ciências políticas. Técnica em magistério público e comunicação social. Atuo há 25 anos na área da educação onde fui auxiliar de sala, professora, coordenadora e diretora, sendo que nesta última função permaneci por 19 anos. Também atuo há 10 anos na área de psicoterapia e análise comportamental e institucional. Estou devidamente cadastrada no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para atuar como Perita Judicial e Extrajudicial, nas minhas áreas de conhecimento técnico-científico. Atualmente, coordeno e ministro aulas em programas de pós-graduação e, além de atender clinicamente como psicopedagoga, psicanalista e orientadora vocacional, também realizo consultoria educacional para várias instituições. Tenho 11 livros publicados com 56 selos de recomendações de importantes instituições. Realizo palestras, treinamentos, cursos, workshops, seminários, colóquios, conferências, mesas redondas e congressos. Desde 2013, sou mantenedora e diretora do CEADEH Centro de Estudos Avançados em Desenvolvimento Educacional e Humano. Fui presidente nacional da ABRAPEE Associação Brasileira de Profissionais e Especialistas em Educação, no período de 2013 à 2018. Dedico-me a causas sociais e me tornei Embaixadora no Brasil de uma campanha mundial, durante o período de 2015 à 2018. Desde 1998, trabalho com empoderamento feminino através de ações afirmativas, fomento de políticas públicas e formação política para mulheres, sou Cofundadora e Coordenadora Geral do Movimento Mulher Conquista Osasco. Durante o período de 2012 à 2018, fui membro do Fórum Nacional de Políticas Públicas para Mulheres e, membro do Fórum Nacional de Mulheres de Partidos Políticos da Presidência da República. Recebi 25 prêmios e homenagens nacionais e internacionais.


Mais de 20 mil pessoas já participaram das palestras da Dra. Regiane Souza Neves

Mais de 20 mil pessoas já participaram das palestras da Dra. Regiane Souza Neves
clique na imagem e acesse mais informações

Clique na imagem para conhecer o CEADEH Centro de Estudos Avançados Profª Dra. Regiane Souza Neves

Agenda de final de ano:

Agenda de final de ano: