Professora Lúcia França - primeira dama e presidente do fundo social do Estado de São Paulo - recebe instituições, ativistas e familiares de autistas

Na tarde desta sexta-feira (31/08/2018), a primeira dama e presidente do FUSSESP Profª Lucia França, recebeu na residência oficial, um grupo de quase 30 pessoas para discutirem sobre as pessoas autistas. O grupo era composto por representantes de instituições localizadas em várias regiões do estado, ativistas pela causa e familiares de autistas. A reunião foi promovida pela Dra. Regiane Souza Neves, que além de profissional e especialista na área de educação e saúde mental é ativista há mais de 10 anos pela causa e desenvolve formação continuada sobre inclusão para profissionais da educação e da saúde.



Estavam presentes representantes das instituições ABRAAC Associação Brasileira Autismo e Conexões representada por sua presidente nacional Rosana Rossato e suas diretoras nacionais Sheila Marcondes e Marli Garcia; SEMEAR e CRESCER representadas por Bianca Rezende, Carolina Clementino e Talita Maria da Silva; AMAI AZUL representada por Edni Moreira; AUMA representada por Cássia Guimarães e Maria Troche; APDCA Associação de Pais e Amigos dos Cidadãos Autistas representada por Sabrina Spinelli.

Os familiares presentes fizeram importantes comentários a respeito de suas experiências com seus filhos e suas lutas diárias por inclusão, que são, José Alberto Batista Cordeiro, Ana Maria, Regina Conrado, Priscila Oliveira, Eliana Maria, Maria do Carmo e Leopoldina Martins.

Durante as três horas de conversa, a anfitriã Profª Lúcia França, que tem formação em Pedagogia e Inclusão, acolheu com muita sensibilidade todas as demandas e se posicionou favoravelmente a uma das principais pautas que é a implantação de centros de referência para atendimento de autistas.

Durante a reunião Giovanna Lima de 15 anos, acompanhada pela mãe Elaine Lima, deu seu relato de como é ser autista na sociedade em que vivemos e de como se sentiu quando obteve seu diagnóstico, presenteou a primeira dama com um lindo desenho e pra finalizar a reunião demonstrou um dos seus vários dons cantando uma linda música.

“Recebi todos para entender um pouco mais sobre a doença, as necessidades dos portadores e suas famílias, e para juntos encontrarmos alternativas que auxiliem no tratamento e no dia a dia das pessoas que apresentam esse transtorno. Meu reconhecimento a essas mães guerreiras, que não medem esforços para lutar pela saúde, bem-estar e melhor qualidade de vida dos seus filhos. A presença na reunião de um único homem (pai) confirma a força da mulher. Minha gratidão pelos depoimentos e pela confiança. Estaremos juntos nessa luta por nossos Autistas!”, disse a primeira dama Profª Lúcia França encerrando a reunião.

No fim dos anos 1980, uma a cada 500 crianças era diagnosticada com autismo. Hoje, a taxa é uma a cada 68. São mais de 300 mil autistas diagnosticados só no Estado de São Paulo.

Por: Marcelo Neves ( Portal - A Rede de Notícias)



Mais de 20 mil pessoas já participaram das palestras da Dra. Regiane Souza Neves

Mais de 20 mil pessoas já participaram das palestras da Dra. Regiane Souza Neves
clique na imagem e acesse mais informações

Clique na imagem para conhecer o CEADEH

Agenda de final de ano:

Agenda de final de ano: