Quantidade de pessoas que seguem este blog:

Seja um seguidor deste blog (preencha com seu e-mail)

Mapeamento genético X Autismo


Ultimamente tenho ouvido muitas pessoas falarem sobre o mapeamento genético para o diagnóstico de autismo. Então vamos esclarecer algumas situações. 

1° Este exame não é "exame para diagnosticar autismo ou qualquer outro distúrbio/transtorno". É mapeamento genético, ou seja, exame de DNA. 

2° Através de um mapeamento genético é possível descobrir se você  tem maiores chances de ter Alzheimer ou câncer, por exemplo, mas isso não significa que você realmente os terá. Além de verificar e confirmar paternidade etc.

3° O Mapeamento genético é feito com o objetivo de verificar o risco do desenvolvimento de determinadas doenças genéticas hereditárias (que passam de pai pra filho) ou doenças adquiridas na mutação do gene, e assim poder mudar hábitos, antecipar terapias, tratamentos... Você se lembra do caso da atriz Angelina Jolie que fez um mapeamento genético e descobriu que teria 85% de "chances" de desenvolver câncer de mama, como a sua mãe, e por isso, retirou as mamas? Pois é, esse exame a ajudou a se antecipar de um possível problema.

4° Autismo é comportamental. O exame genético faz diagnóstico apenas de síndromes e comorbidades, que por ventura podem ou não estar associados ao autismo. POR ENQUANTO, NÃO EXISTE EXAME CLÍNICO PARA CONFIRMAR AUTISMO. Apenas investigações comportamentais.

5° Atualmente o mapeamento genético completo varia de R$ 6 mil a R$ 12 mil. Por enquanto, o SUS ou qualquer convênio médico ainda não cobre este tipo de procedimento.

6° Aliás, pra ficar ainda mais claro o assunto, autismo não pode ser diagnosticado em exame de sangue, exame de eletroencefalograma, PAC, BERA,  tomografia computadorizada etc, estes exames podem ser solicitados pelo médico para descartar problemas de saúde, audição, estruturas neurológicas etc. 

7º Exames do tipo mapeamento genético, cariótipo, tomografia ou ressonância magnética de crânio, são solicitados para compreender se há deficiência intelectual e qual o nível de comprometimento no paciente.

8° Se você precisa de uma avaliação para um diagnóstico correto procure os seguintes profissionais que sejam especializados em autismo: neurologista, psiquiatra, neuropsicologo, neuropediatra, neuropsicopedagogo, psicopedagogo, psicólogo, fonoaudiólogo.

Prof. Dra. Regiane Souza Neves - Atua há 26 anos na área da educação onde foi professora, coordenadora pedagógica e diretora, sendo que nesta última função permaneceu por 15 anos como diretora na educação básica e está há 7 anos como diretora do CEADEH Centro de Estudos Avançados em Desenvolvimento Educacional e Humano (escola de formação continuada para educadores). Também atua há 11 anos em clínica como neuropsicopedagoga, neuropsicologa, psicopedagoga, psicomotricista e psicanalista, onde realiza diagnósticos para transtornos do neurodesenvolvimento como TEA, TDAH, TOD entre outros. Há 20 anos atua em estudos e desenvolvimento de políticas públicas. Saiba mais AQUI.